TransAmazónias: Zonas Imaginárias

Durante o primeiro encontro a ser realizado em Portugal no mês de Outubro de 2022, teremos a mostra TransAmazónias: Zonas Imaginárias, como evento artístico-cultural da série internacional Antropocénica, iniciando-a especialmente em Lisboa.

O tema central é a Amazónia, vasta região em que coexistem desde povos originários (alguns ainda em relativo isolamento) aos impactos de atividades económicas que avançam inclusive sobre terras indígenas e ameaçam o equilíbrio do bioma e sua interacção, em escala global, com a biosfera em tempos de Mudança Climática.

O foco, portanto, revela o drama humano expresso nas paisagens amazónicas contemporâneas, em mutação, sob impulso da violência nas formas predatórias de exploração económica, em contraste com a vivência de culturas indígenas que habitam a floresta. Neste sentido, os problemas relacionados com a Amazónia são exemplares no âmbito do Antropoceno, e ainda merecem maior atenção e debate internacional.

A partir do alto à esquerda, em sentido horário: habitante da Reserva Extrativista Arapixi, em Boca do Acre, estado do Amazonas, corta vegetação para a passagem de uma canoa até a área de coleta de castanhas no interior da floresta; mulheres e meninas da etnia Pirahã, observam motoristas que passam pela rodovia Transamazónica, na esperança de receberem alguma doação de alimento; um homem da etnia Yawalapiti caminha em sua aldeia, envolto pela fumaça que cobriu o Parque Indígena do Xingu, na devastação da floresta por incêndios provocados; garimpeiros trabalham na mineração de ouro em uma das maiores zonas de exploração aurífera, na região norte do estado do Mato Grosso. Imagens: Lalo de Almeida.

A mostra se inicia no dia 7 de Outubro, com projeções de fotografias de Lalo de Almeida especialmente nas Ruínas do Teatro Romano de Lisboa, seguindo depois para Évora, com exibições de filmes dos diretores Jorge Bodanzky e Andrea Tonacci no Cinema -fora- dos Leões / Auditório Soror Mariana. O evento articula-se como narrativa conceptual que transporta temporalidades e transita por imaginários deste imenso território no continente Sul-Americano, na curadoria de imagens do fotojornalista Almeida, a serem projetadas neste importante sítio arqueológico e histórico de Lisboa, assim como na seleção de filmes de Bodanzky e Tonacci para exibição em Évora, reunindo três autores de documentos visuais significativos sobre a Amazónia do presente.

Um módulo histórico virtual, que estará disponível em Outubro de 2022 para consulta no site Antropocénica, será composto por conteúdos complementares dentro da temática da exposição, a partir da seleção de imagens e filmes relacionados tanto com as questões indígenas como com as formas de exploração económica da Amazónia, de modo a contribuir com acções educativas. Assim, tal módulo apresentará referências produzidas desde a segunda metade do século XIX até meados do século XX, quando novas frentes de colonização anunciavam as profundas transformações nas décadas sucessivas, que progridem ainda hoje, a devastar o bioma e as condições de vida das comunidades humanas originárias e tradicionais que habitam a floresta.

Abrindo a mostra no Cinema -fora- dos Leões, ligado à Universidade de Évora, teremos um especial dedicado a Andrea Tonacci, cineasta italiano radicado no Brasil, falecido em 2016, com a projeção de três filmes: Serras da Desordem, Os Arara e Conversas no Maranhão. Nesta homenagem, convidamos o indigenista Sydney Possuelo para um relato de sua experiência na Amazónia, sobretudo na questão dos povos indígenas isolados, além de comentar sobre o tema do filme Serras da Desordem, do qual participou. Concluindo a mostra, programamos a projeção do filme Iracema - Uma Transa Amazónica (de Jorge Bodanzky e Orlando Senna), obra híbrida, entre documentário e ficção, que desvela a exploração humana e ambiental da região, filmada em plena ditadura militar no Brasil, exibição seguida de um debate com o diretor.


Curadoria

Silvio Luiz Cordeiro


Autores Convidados

Jorge Bodanzky

Lalo de Almeida


Autor Homenageado

Andrea Tonacci


Convidado Especial

Sydney Possuelo


Produção Executiva

Dirk Michael Hennrich

Luís Ferro

Silvio Luiz Cordeiro